Olá amigos!

Gostaria de falar de uma figura muito misteriosa: um teólogo do século VI, cujo nome é desconhecido, que escreveu usando o pseudônimo de Dionísio Areopagita. Pode-se conferir na narração de São Lucas (Atos 17), quando Paulo prega em Atenas no Areópago para uma elite intelectual grega e é ignorado e ridicularizado pela maioria. Alguns, poucos, aproximaram-se de Paulo abrindo-se à fé. Dionísio seria o primeiro deles.

Se o autor destes livros escolheu cinco séculos depois o pseudônimo de Dionísio Areopagita, quer dizer que a sua intenção era pôr a sabedoria grega a serviço do Evangelho, ajudar o encontro entre a cultura e a inteligência gregas e o anúncio de Cristo; queria fazer aquilo que este Dionísio tencionava realizar, ou seja, que o pensamento grego se encontrasse com o anúncio de São Paulo; sendo grego, tornar-se discípulo de São Paulo e assim discípulo de Cristo.

Há duas hipóteses acerca do fato deste autor ter se escondido atrás de um pseudônimo, que seriam: dar uma autoridade quase apostólica ao seu texto ou o que parece mais plausível crer, um ato de humildade.

Seus escritos contrariam as ideias de Proclo que propagava a ideia da criação do mundo não por apenas um Deus e sim por vários deuses (politeísmo). Nestes escritos, Dionísio, usando as próprias afirmações de Proclo, afirma que toda criação é um louvor a Deus e que não somos capazes de mensurar sua grandeza e que só se pode tentar compreendê-Lo a partir daquilo que Ele não é e. Ele é infinitamente maior que todas as suas obras [1].

A teologia do Pseudo Dionísio é uma teologia litúrgica: Deus se deixa encontrar amando-O e louvando-O, não somente refletindo. A liturgia não é algo construído por nós, inventado para fazer uma experiência religiosa durante certo período de tempo; ela é cantar com o coro das criaturas e entrar na própria realidade cósmica [2].

Dionísio criou a primeira grande teologia mística. Com ele, a palavra “mística” torna-se mais pessoal, mais íntima: exprime o caminho da alma para Deus. Ele demonstra que o caminho para Deus é o próprio Deus, que se aproxima de nós em Jesus Cristo, com o qual o véu do templo se rasgou [3] e o que estava oculto já não está.

Segundo o Catecismo da Igreja Católica, nós podemos falar de Deus a partir das perfeições de suas criaturas, “pois a grandeza e a beleza das criaturas fazem, por analogia, contemplar seu Autor” [4], então se há beleza no mundo o seu criador é infinitamente mais belo.

A definição que nos faz chegar mais perto de compreendê-lo é o Amor (Deus Caritas Est), pois todas as experiências de Deus que foram feitas desde o início dos tempos convergem para o amor. Queres conhecer a Deus verdadeiramente? Ame. Teve o primeiro encontro com Deus, que ótimo! Mas se não se decidir a amar, a euforia do primeiro momento passa e esse encontro e tudo o que você sentiu vai ser esquecido. Decida-se a amar e o próprio Deus estará em você.

Acha que vai ser fácil? Não vai. Lembre-se de todos os mártires e do próprio Filho de Deus. Se amar como Ele, sofrerá como Ele, mas também será glorificado com Ele.

Se tomar essa decisão, mesmo sabendo que vai ser ridicularizado e humilhado, saiba que valerá a pena. Não é a toa que a Igreja, mesmo após o Supremo Tribunal ter aprovado a lei que permite o aborto de bebês anencefálicos, ainda luta pela vida desses pequenos e que defende e sempre defenderá seus valores frente aos “novos costumes” da sociedade.

Exercite o amor que já existe em você e se encontrar dificuldade busque o maior exemplo de amor de todos os tempos: Jesus.

Que o Senhor coloque em nossos caminhos muitas oportunidades de exercitar o amor, pois sabemos que esse dom que pedimos não cairá do céu, mas sim será fruto de muitas batalhas contra o “homem velho” que habita em nós e que esse exemplo de fé possa mostrar Cristo àqueles que ainda não o conhecem.

Deus abençoe a semana de todos!

 

Referências:

[1] Catecismo da Igreja Católica §300

[2] Disponível em:

http://www.vatican.va/holy_father/benedict_xvi/audiences/2008/documents/hf_ben-xvi_aud_20080514_po.html

[3] Mc 15,38

[4] Sb 13,5

Anúncios