Caros irmãos, o Tempo Pascal começa a nos preparar para a celebração da Solenidade de Pentecostes e, neste sexto domingo, temos a promessa do Espírito Santo nas palavras de Cristo (cf. Jo 14,23-29) e sua consequente ação na vida da Igreja (cf. At 15,1-2.22-29). Abramos, então, nosso coração para o Paráclito.

Encontramos o protagonismo do Espírito Santo já na primeira leitura. Ali, na carta à Igreja de Antioquia, os apóstolos escreveram, lemos: “decidimos, o Espírito Santo e nós” Espírito Santo - Vaticano(At 15,28). Essas palavras mostram que, desde o início, a promessa feita por Jesus, tal qual a lemos no evangelho, já estava sendo cumprida: “o Defensor, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, ele vos ensinará tudo e vos recordará tudo o que eu vos tenho dito” (Jo 14,26). E, enfim, nessa intimidade entre os cristãos e a ação do Espírito vemos que, de fato, Deus habita o coração daquele que crê conservando a Palavra do Senhor Jesus: “Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e o meu Pai o amará, e nós viremos e faremos nele a nossa morada” (Jo 14,23).

Sendo essa a nossa meta e, reconhecendo-nos, enquanto batizados, como membros da Igreja, devemos nos perguntar: qual é o espírito que conduz a minha vida? Faço minhas escolhas motivado em quê? Porém – e este é o principal desafio – para encontrar essas respostas será necessário fazer silêncio e meditar. Infelizmente, muitas pessoas vivem em tal modo que não mais reconhecem o porquê de suas importantes escolhas, simplesmente (sobre)vivem. E se encontram assim porque não rezam mais…

Portanto, fica o convite de, durante esta semana, fazer silêncio para descobrir qual espírito está nos movendo em nossa vida. Assim, quando iniciarmos a novena de Pentecostes da próxima sexta-feira, teremos uma melhor noção de como somos necessitados desse magnífico dom.

Que a bem-aventurada Virgem Maria, Mãe da Igreja, interceda por nós hoje e sempre. Regina caeli, laetare, alleluia: quia quem meruisti portare, alleluia, resurrexit, sicut dixit, alleluia. Ora pro nobis Deum, alleluia.