Caros irmãos, neste domingo celebramos a solenidade de Pentecostes. Podemos sintetizar a ação do Espírito Santo em nós com a palavra “unidade”: é Ele quem nos une a Deus, nosso Pai, por Jesus Cristo; é também Ele quem nos une à Igreja e, portanto, aos irmãos. Abramos nosso coração ao Espírito Santo a fim de que Ele aja livremente em nós.

No Evangelho, vemos Jesus que dá o Espírito aos Apóstolos e lhes diz: “A quem perdoardes os pecados, eles lhes serão perdoados; a quem os não perdoardes, eles lhes serão retidos” (Jo 20,23). É a primeira ação do Paráclito em nossa vida: perdoa nossos pecados e nos reconcilia com Deus. Em outras palavras, unindo-nos a Cristo em Sua ação redentora, através do Batismo (e da Reconciliação) o Espírito Santo nos introduz na Ícone - PentecostesUnidade da Trindade. E vai nos transformando de tal forma que faz de nossas boas intenções vida nova no Amor de Deus.

Na celebração dos mesmos sacramentos, os ritos nos ajudam a compreender que a reconciliação com Deus nos faz participar de um Corpo Místico, a Igreja: “De fato, todos nós, judeus ou gregos, escravos ou livres, fomos batizados num único Espírito, para formarmos um único corpo, e todos nós bebemos de um único Espírito.” (1Cor 12,13 – segunda leitura). Alma da Igreja é o Espírito Santo! Note-se, ademais, que se trata da unidade na Comunhão dos Santos: estamos unidos não só ao Papa Francisco e todos os católicos do mundo inteiro, mas a todos os santos que nos precederam e àqueles que se purificam para viver na Glória – todos somos um único corpo.

E nesta unidade eclesial somos capazes de anunciar o amor e o senhorio de Cristo a todos os que convivem conosco. “Como é que nós os escutamos na nossa própria língua?” (At 2,8 – primeira leitura), perguntava a multidão no dia de Pentecostes em Jerusalém. O coração humano anseia pelo amor (e pelo amor de verdade) e o reconhecerá em nossas palavras e atos se formos animados em tudo pelo Espírito de Cristo.

Que a intercessão da bem-aventurada Virgem Maria, Mãe da Igreja, nos sustente para que sejamos dignos templos do Senhor. Regina caeli, laetare, alleluia: quia quem meruisti portare, alleluia, resurrexit, sicut dixit, alleluia. Ora pro nobis Deum, alleluia.

Anúncios