Caros irmãos, no último dia da oitava de Natal, celebramos a solenidade de Maria santíssima, Mãe de Deus. Nesta liturgia, contemplamos os pastores que encontram Maria, José e o Menino deitado na manjedoura (cf. Lc 2,16-21). Que a Virgem Mãe interceda por nós, por nossos queridos e por toda humanidade neste ano que se inicia!

Maria é Mãe de Deus pois “Aquele que Ela concebeu como homem por obra do Espírito Santo, e que Se tornou verdadeiramente seu Filho segundo a carne, não é outro senão o Filho eterno do Pai, a segunda pessoa da Santíssima Trindade” (Catecismo da Igreja Católica, n. 495). Em outras palavras, é porque cremos na divindade do Senhor Jesus que Guadalupe.jpgpodemos chamar Sua Mãe de Mãe de Deus.

Essa verdade de fé vem expressa na segunda leitura quando o Apóstolo diz que “Deus enviou o seu Filho, nascido de uma mulher, nascido sujeito à Lei” e, em seguida, revela o porquê de tão grande mistério: “a fim de resgatar os que eram sujeitos à Lei e para que todos recebêssemos a filiação adotiva” (Gl 4,4-5). Irmãos, Deus nos deu Seu Filho para que sejamos Seus filhos! E é justamente porque queremos ser dignos dessa Graça que buscamos na intercessão daquela que nos trouxe o Salvador auxílio necessário para vivermos bem nosso Batismo e refúgio seguro nas tribulações que a vida nos traz.

Além disso, encontramos em Maria um modelo de como devemos viver: guardando e meditando no nosso coração os dons que a Misericórdia de Deus derrama abundantemente sobre nós (cf. Lc 2,19). Por isso, façamos desta virada de ano um momento de oração e reflexão, reconhecendo e agradecendo os dons que o Pai nos deu. Além disso, entreguemo-nos à sua vontade, como também fez nossa Mãe celestial, para que 2020 seja vivido por nós como um grande “sim” a Deus.

Que a intercessão de Maria santíssima, Mãe de Deus, e de São José, nosso protetor, nos ajudem a fazer em tudo a vontade de Deus, nosso Pai.

Sub tuum præsidium confugimus.

sancta Dei Genitrix:

nostras deprecationes

ne despicias in necessitatibus:

sed a periculis cunctis libera nos semper,

Virgo gloriosa et benedicta.

 

Feliz ano novo!