Vivat Cor Iesu,

Per Cor Mariae!

Sejam, mais uma vez, todos bem vindos ao CommunioSCJ. O blog esteve parado por esses dias, mas o motivo é justo: dois dos principais autores deste espaço foram ordenados sacerdotes: Pe. Daniel e Pe. Júlio Ferreira. Felizes, gratos a Deus por isso, voltemos ao trabalho.

Nesta semana, prosseguindo nosso projeto, o Santo Padre Bento XVI nos conduz à reflexão a partir de São Cromácio de Aquileia (345-407). Apesar de pouco conhecido, este grande e santo bispo exerceu considerável influência em sua época (sendo apontado como o terceiro mais importante do Ocidente – depois dos bispos de Roma e de Milão) e deixando uma considerável obra escrita.

Dos temas abordados por S. Cromácio, podemos tomar dois pontos que, no fim das contas, se ligam intimamente e certamente nos ajudarão a viver melhor nossa vida cristã. O primeiro ponto diz respeito à sua fidelidade à Palavra de Deus. Segundo Bento XVI, “o seu primeiro e principal compromisso foi pôr-se à escuta da Palavra, para ser capaz de se tornar depois seu anunciador: no seu ensinamento ele parte sempre da Palavra de Deus, e a ela volta sempre” [2]. Sem dúvida, não podemos ser autênticos cristãos se não nos colocamos aos pés da Palavra – que, em última análise, é o próprio Senhor Jesus Cristo – e a acolhemos em sua integralidade para nos deixamos construir e transformar por ela, com os mesmos critérios já apresentados aqui [3].

O segundo, por sua vez, se refere à mariologia, que encontra bom espaço na obra de nosso santo. “O Bispo de Aquileia relaciona com frequência a Virgem com a Igreja: de fato, ambas são ‘virgens’ e ‘mães’” [4]. Esta relação prevê o relacionamento dela conosco: Maria é ícone da Igreja porque é modelo para todo nós. Dessa forma, relacionar-se com a Santíssima Virgem não tem outro motivo que a vontade de Deus e outro fim que não seja a comunhão com Jesus Cristo. Como devotos de Maria, devemos ter com ela um relacionamento real, espiritual e pessoal, no qual ela nos é intercessora e modelo.

Neste relacionamento com nossa Senhora aprenderemos a ser como ela: ouvintes e praticantes da Palavra. E é aqui que os pontos se tocam. Maria foi louvada por nosso Senhor antes por ser ouvinte e praticante da vontade de Deus do que por trazê-lo em seu seio (Lc 11,27-28). Se queremos ser formados pela Palavra temos um caminho seguro: a escola da Santíssima Virgem. Portanto, Não tenhamos medo de assumi-la como nossa Mãe, Intercessora e Senhora pois ela é caminho seguro para sermos íntegros cristãos.

Na esperança de que nosso Senhor possa ocupar o aposento real de nosso castelo interior e não mais a estrebaria, faço votos de feliz Natal a todos. Que Maria Santíssima e S. Cromácio nos ajudem a sermos verdadeiros cristãos.

Fraterno abraço e até a próxima.

[1] BENTO XVI. São Cromácio de Aquileia. Disponível em: <http://www.vatican.va/holy_father/benedict_xvi/audiences/2007/documents/hf_ben-xvi_aud_20071205_po.html>.

[2] Ibidem.

[3] Cf. texto de minha autoria: Ler as Sagradas Escrituras com o mesmo espírito com que foi escrita. Disponível em: <https://communioscj.wordpress.com/2011/10/08/ler-as-sagradas-escrituras-com-o-mesmo-espirito-com-que-foi-escrita-%E2%80%93-por-fr-lucas-scj/>.

[4] BENTO XVI. São Cromácio de Aquileia. Disponível em: <http://www.vatican.va/holy_father/benedict_xvi/audiences/2007/documents/hf_ben-xvi_aud_20071205_po.html>.

Anúncios